Todos os documentos necessários para uma viagem até Punta Cana

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Seu próximo destino de viagem é Punta Cana? Você sabe quais são os documentos necessários para viajar tranquilamente para esta região da República Dominicana? Então hoje essa dúvida chega ao fim.

Localizada no extremo leste do país caribenho, Punta Cana é desejo de muitos que pretendem passar dias relaxantes de frente para um mar cristalino e uma natureza digna de um paraíso.

A região vem recebendo investimentos no setor hoteleiro, se tornando uma das principais praias das Américas, atraindo milhares de turistas todos os anos.

Documentos necessários para viajar até Punta Cana

A entrada em Punta Cana é bem mais fácil do que em muitos outros países. Por lá não é exigido visto com apresentação de foto, roteiro de viagem, passaporte, carta convite e qualquer outro documento deste tipo.

A região exige apenas o pagamento de um “visto momentâneo”, assim que é feito o desembarque na República Dominicana. Ele é chamado de “Tarjeta de Turista”.

Ela foi incluída recentemente na própria passagem aérea, já cobrada das companhias que realizam seus voos para lá.

Quem entrar em Punta Cana via terrestre, marítima ou que de alguma forma não tenham este documento, ele poderá ser adquirido através de um dos pontos de venda da Diretoria Geral de Impostos Internos, por um preço de 10 dólares.

A validade da tarjeta é de apenas uma entrada. Ela tem duração de até 30 dias e pode ser renovada por um novo pagamento.

Angra dos Reis deve se tornar potência nacional no turismo!

É necessário passaporte para ter acesso à Punta Cana?

Outro documento exigido dos visitantes é o passaporte. O documento oficial precisa estar dentro do prazo de validade. No caso seis meses após a data de saída do país.

Se o passaporte não estiver dentro deste prazo mínimo de validade, a entrada não será permitida mesmo com a compra da tarjeta.

Dica: Viagens entre maio e junho são as mais baratas. Este período com um pouco mais de chuvas, mas que ainda sim são raras, é considerado a baixa temporada da região.